O Jogo ao Vivo

Pandemia

Incidência da covid-19 sobe e total de internados passa os 800

Incidência da covid-19 sobe e total de internados passa os 800

Portugal registou 13 mortes e 1635 casos de covid-19 nas últimas 24 horas, com o total de internados a subir acima dos 800, para números comparáveis a agosto.

A Direção-Geral de Saúde (DGS) registou 1635 infeções por covid-19 e 13 mortes nas últimas 24 horas. Comparando com os 1475 casos de há oito dias, são mais 160 infeções do que na segunda-feira da semana passada. É a pior segunda-feira em quatro meses, desde os 1855 casos registados a 19 de julho.

Nos hospitais, há mais 45 internados. Do total de 809 pessoas acamadas, 111 são doentes considerados graves, mais sete do que no domingo.

Em pouco mais de 15 dias, o total de doentes acamados quase dobrou, dos 411 registados a 12 de novembro para 809 esta segunda-feira. Ao nível de doentes em UCI, a proporção é idêntica, subindo de 65 para 111.

Desde 10 de agosto, quando 829 pessoas estavam hospitalizadas, que não havia tanta gente a carecer de cuidados hospitalares devido à covid-19.

Segundo o boletim da DGS, há 54368 casos ativos de covid-19 em Portugal, mais 651 do que no domingo e um total de 61850 pessoas sob vigilância (mais 1220). Nas últimas 24 horas, 971 pessoas recuperaram da doença (1071544 no total).

PUB

Entre as vítimas mortais (nove homens e quatro mulheres) registadas esta segunda-feira, destaque para a morte de um homem com menos de 60 anos. Na faixa etária seguinte, dos 60-69 anos, foram registados dois óbitos, um de cada sexo.

Das 13 vítimas mortais reportadas, oito tinham mais de 80 anos, elevando para 12011 o total de mortes na faixa etária mais afetada pela pandemia. Foram ainda registados dois óbitos no escalão dos 70-79 anos, um de cada sexo.

Região Norte com mais casos

A Região Norte é a mais afetada pela pandemia esta segunda-feira, tendo registado 575 casos e uma morte nas últimas 24 horas. Desde o início da pandemia, a zona mais setentrional do país perdeu 5644 vidas, de um total de 430736 infeções reportadas.

A região de Lisboa e Vale do Tejo (LVT), a mais afetada pela pandemia, reportou 490 novos casos, para um total de 439437 infeções desde o início da pandemia, às quais estão associadas 7825 mortes, quatro nas últimas 24 horas.

A Região Centro anotou 284 novos casos e mais duas mortes, com os totais a ascenderem a 158945 infeções e 3249 óbitos desde o início da pandemia. No Algarve, os números subiram para 48365 casos e 506 óbitos, já incluindo as duas mortes e as 156 infeções registadas nas últimas 24 horas.

O Alentejo, com 42258 casos (mais 37) e 1061 óbitos é a única região do país que não registou qualquer morte nas últimas 24 horas.

A Madeira anotou 73 casos e três óbitos, com os totais a subirem para 14537 e 96, respetivamente. Nos Açores, foram reportados 20 novos casos e uma morte, elevando os totais para 10064 infeções e 49 vítimas mortais.

Segunda-feira é dia de matriz de risco, o esquema de cores que regista a taxa de incidência e o índice de transmissibilidade e que durante alguns meses serviu de orientação para as medidas de confinamento ao Governo.

A incidência subiu de 279,8 para 325,9 casos de infeção por SARS-CoV-2 por 100 mil habitantes, a nível nacional, de sexta-feira para hoje. Descontando as ilhas, a subida foi de 280,2 para 327,5.

O índice de transmissão, o R(t) desceu de 1,19 para 1,17, a nível nacional. Sem contar com as ilhas, a descida no território continental foi de 1,20 para 1,18.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG