Média

Iniciativa Liberal pede explicações ao Governo sobre limitação de jornalistas em conferência de imprensa

Iniciativa Liberal pede explicações ao Governo sobre limitação de jornalistas em conferência de imprensa

O partido Iniciativa Liberal pediu esclarecimentos sobre a limitação do número de jornalistas e órgãos de comunicação social numa conferência de imprensa, realizada esta quinta-feira, pela ministra da Justiça, Francisca Van Dunem.

O documento do partido é endereçado à ministra da Justiça e também à ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva. Esta quinta-feira, vários órgãos de comunicação social, entre eles o Jornal de Notícias, foram impedidos de assistir e fazer perguntas à distância na conferência de imprensa sobre a Estratégia Nacional de Combate à Corrupção 2020-2024. Apenas a seis órgãos de comunicação social foi dada permissão. "Qual a justificação para esta decisão, quem a tomou e com que critérios são ainda questões sem resposta", pergunta o Iniciativa Liberal em comunicado.

Para tentar esclarecer a situação, o partido colocou ao Governo as seguintes questões: a razão da limitação e quem tomou a decisão, quais os critérios usados na seleção de órgãos de comunicação social e quem procedeu a esta escolha, porque é que não foi permitida a colocação de questões "através de plataformas digitais" e porque é que a presença limitada de jornalistas continua quando "há possibilidade de voltar a adotar um modelo mais semelhante ao anterior, respeitando, naturalmente, as orientações das autoridades sanitárias".

A Iniciativa Liberal defende que "quaisquer situações de alerta, contingência ou calamidade não podem servir de pretexto para limitar a liberdade de imprensa constitucionalmente consagrada". O partido salienta ainda que se for necessária "alguma rotação, deve ser garantido que todos têm direito a perguntas".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG