Entrevista

Carlos Fiolhais: "Lei legitimou a fraude nas medicinas alternativas"

Carlos Fiolhais: "Lei legitimou a fraude nas medicinas alternativas"

Terapêuticas não convencionais têm graus diferentes de eficácia, mas a ciência deve ser o filtro. "Não se deixem enganar", insiste o catedrático em Física Carlos Fiolhais.

Divulgar a ciência, incentivar o ceticismo e desmentir pseudoverdades, manipuladas para enganar os crentes, são constantes nas iniciativas de Carlos Fiolhais, catedrático no departamento de Física na Universidade de Coimbra e um dos mais reconhecidos cientistas portugueses. Há anos que desmonta histórias de falsa ciência a circular na Internet e, há dois meses, o cientista - nascido em Lisboa de pais emigrados da Régua e de Vidago, como ele próprio se descreve - prefaciou uma outra obra."Não se deixe enganar" explica, passo a passo, como qualquer pessoa pode distinguir o verdadeiro do falso e, até, criar uma mentira na Babel que é a Internet.

Leia a nossa Edição Impressa ou tenha acesso a todo o conteúdo no seu computador, tablet ou smartphone assinando a versão digital aqui