Partido

Críticas levam Sócrates a abandonar o PS

Críticas levam Sócrates a abandonar o PS

Antigo secretário-geral socialista escreve carta ao partido pedindo desfiliação."Condenação sem julgamento" de antigos colegas e amigos na base da decisão.

José Sócrates bateu com a porta ao PS. O único ex-primeiro-ministro socialista a arrancar uma maioria absoluta nas eleições legislativas endereçou na quinta-feira uma carta ao partido entregando o seu cartão de militante. A decisão surge depois de o líder parlamentar do PS, Carlos César, e o porta-voz socialista, João Galamba, entre outras destacadas figuras do partido, terem feito aquilo que o agora ex-militante considera ser "uma espécie de condenação sem julgamento". Numa carta que o JN publica nesta edição, José Sócrates anunciou: "É chegado o momento de pôr fim a este embaraço mútuo".

Leia a nossa Edição Impressa ou tenha acesso a todo o conteúdo no seu computador, tablet ou smartphone assinando a versão digital aqui