Redes Sociais

Ex-secretário de Estado acusado por jornalista de assédio sexual

Ex-secretário de Estado acusado por jornalista de assédio sexual

Bruno Maçães, antigo secretário de Estado dos Assuntos Europeus de Passos Coelho, terá enviado uma fotografia do seu pénis a uma jornalista norte-americana, a trabalhar a partir dos Balcãs. O contacto indesejado levou a jornalista a bloqueá-lo do Twitter.

Na tarde deste sábado, Lily Lynch usou o Twitter para revelar que Maçães lhe enviou uma imagem obscena. Por isso, bloqueou-o naquela rede social: "Um cretino total. Ó pá, há tantos destes. Enviou-me uma fotografia do pénis e eu bloqueei-o e ele mandou-me um email a perguntar por que razão o bloqueei", escreveu a jornalista.

Esta troca veio na sequência de outras mensagens trocadas entre ambos, em que Maçães faz uma sugestão de cariz sexual. O JN enviou um email a Maçães pedindo um comentário às acusações, mas ainda não teve resposta.

Lily Lynch começou por relatar esta história de forma casual, dizendo que, "a propósito de políticos, quando se é o (anterior) ministro de Assuntos Europeus de Portugal, não se manda mensagens constantes como esta (tudo o resto no meio é omitido... usa a tua imaginação)".

A acompanhar o comentário publica duas imagens: uma do feed de Maçães, onde este surge ao lado de três mulheres numa discoteca da Ucrânia, em outubro de 2016; e outra de uma mensagem que o antigo governante lhe terá mandado, pedindo para não divulgar a conversa, para não prejudicar a sua "carreira política", de fevereiro de 2016.

Se o fizesse, dizia, teria de alegar que se tratava de "conversa de balneário", uma alusão à justificação dada por Donald Trump quando foi divulgada a gravação de uma conversa em que relatava formas como assediava mulheres.

Esta revelação levou a uma torrente de comentários na rede social, muitas em defesa da jornalista. Ao início da noite, Lily Lynch acabou por dizer que há políticos manhosos em todo o lado e que tem a melhor opinião de Portugal e dos portugueses.

Lily Lynch é uma jornalista norte-americana, a trabalhar a partir de Belgrado, capital da Sérvia. De acordo com o seu perfil no Twitter, é cofundadora e diretora do blogue Balkanist.