Saúde

Governo mantém corte nas farmácias de serviço

Governo mantém corte nas farmácias de serviço

As farmácias abertas ou disponíveis para atender à noite por obrigação legal serão menos a partir do dia 1 de janeiro de 2018, apesar do Governo ter feito reajustamentos e ter atenuado os efeitos da proposta que mereceu a contestação dos autarcas em julho.

Só que a nova solução penaliza, sobretudo, os concelhos que não têm serviços de urgência do Serviço Nacional de Saúde (SNS). E não convence a Associação Nacional de Municípios (ANMP) nem a Associação Nacional das Farmácias (ANF), embora esta considere ser melhor do que a situação atual.

Leia a nossa Edição Impressa ou tenha acesso a todo o conteúdo no seu computador, tablet ou smartphone assinando a versão digital aqui

ver mais vídeos