Premium

Hospitais perdem milhões por falhas nos registos clínicos

Hospitais perdem milhões por falhas nos registos clínicos

Há hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) que poderão estar a perder milhões de euros em financiamento por não registarem devidamente informações sobre os doentes internados, nomeadamente doenças preexistentes ou adquiridas durante o internamento.

Uma equipa de investigadores do Cintesis - Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde analisou uma base de dados de seis anos - cerca de um milhão de internamentos no SNS por doenças cardiovasculares e respiratórias - e, comparando hospitais com padrões de complexidade semelhantes, concluiu que há diferenças na forma de codificação dos procedimentos e das comorbilidades (presença de duas ou mais doenças) dos doentes.

"Identificámos um sub-reporte de informação. Encontrámos hospitais que codificam menos hipertensão, menos diabetes e outras comorbilidades do que outros, potenciais falhas que podem ter impacto no financiamento", referiu, ao JN, Júlio Souza, primeiro autor do estudo publicado na revista internacional "Health Information Management Journal".