O Jogo ao Vivo

Premium

Morreram 19 pessoas em três meses a tentar combater frio em casa

Morreram 19 pessoas em três meses a tentar combater frio em casa

Incêndios em habitações, quedas em lareiras e inalação de monóxido de carbono na origem das mortes. 74% dos portugueses sentem frio em casa e formas mais económicas de o combater mostram-se fatais.

Entre o primeiro dia do mês de novembro e esta sexta-feira, morreram 19 portugueses a tentar aquecer-se em casa. Ora por causa de incêndios na habitação, provocados por más ligações elétricas ou anomalias com equipamentos de aquecimento (como aquecedores e cobertores elétricos), ora com origem em lareiras, até quedas e inalação de monóxido de carbono, das 19 ocorrências (contabilizadas pelo JN através de notícias veiculadas na Comunicação Social), houve ainda 21 pessoas que ficaram desalojadas.

A maioria das mortes dão-se no interior do país e com pessoas mais idosas que vivem sós. "É uma questão sobretudo social, de pessoas que estão sós e que não deveriam estar", disse ao JN fonte do Instituto Nacional de Proteção Civil (ANPC).