Parlamento

PS garante obras na ala pediátrica do Hospital de São João em janeiro

PS garante obras na ala pediátrica do Hospital de São João em janeiro

As bancadas de PSD, BE, CDS-PP e PCP pediram esta quinta-feira a aceleração da construção da nova ala pediátrica do Hospital de São João, no Porto, enquanto o deputado socialista Fernando Jesus assegurou que as obras arrancam em janeiro.

PSD e PCP apresentaram projetos de resolução a recomendar ao Governo que tome providências para o rápido desenvolvimento das novas instalações hospitalares, trocando acusações sobre as responsabilidades no atraso do início da construção, entre o atual Governo e os anteriores, nomeadamente o liderado por Passos Coelho (PSD/CDS-PP).

"São falsas as acusações do PSD de que o Governo tem falta de vontade, como são falsas a de recorrer a expedientes para adiar o que já devia ter sido feito. Por mais que PSD queira ocultar realidade, que o Governo nada fez e bloqueia, a verdade é esta: em janeiro de 2019, o Hospital de São João deverá estar em condições de lançar a obra", disse Fernando Jesus.

Antes, o social-democrata Luís Vales afirmou que não era chamado a debate "se foi culpa de 'A' ou de 'B'" e que "o mais importante é resolver o problema efetivo das pessoas", pois as crianças "esperam há já uma década por instalações onde possam ser tratadas com um mínimo de decência".

"É certo que o Governo prometeu, em abril passado, que a construção da nova ala pediátrica do hospital de São João avançaria ainda esse mês. Já lá vai meio ano", recordou, lembrando o memorando assinado pela então presidente da Administração Central do Sistema de Saúde e agora ministra da Saúde, Marta Temido.

O comunista Jorge Machado tinha classificado o processo como "atribulado" e com "responsáveis", uma vez que, se o atual executivo socialista não atuou atempadamente, "PSD e CDS têm "pesadas responsabilidades no atraso e nunca resolveram o problema".

"Sem qualquer pingo de vergonha, o PSD apresenta agora um projeto de resolução. Para lavar a face e ficar bem na fotografia, vale tudo e um par de botas para enganar estas crianças e pais", lamentou.

A democrata-cristã Cecília Meireles condenou o facto de, neste momento, o atendimento pediátrico funcionar em contentores e disse ser preferível concentrar atenções nesse problema em vez de no "passar-culpas".

"Se todos achamos que as obras se devem iniciar, que as condições são inaceitáveis e o hospital tem dinheiro por que estamos a discutir projetos?", questionou.

O bloquista Moisés Ferreira já tinha concordado que "a construção da ala é uma necessidade absoluta e urgente, pelo menos identificada há dez anos", condenando o facto de o anterior primeiro-ministro se ter deslocado ao local, "duas vezes para lançar duas primeiras pedras, sem lá pôr um único cêntimo".

"Enganou todo o país, principalmente os utentes do hospital de São João", afirmou, sem esquecer o "arrastamento" do assunto por parte do atual Governo PS.

ver mais vídeos