Ciclone

Portugueses repatriados de Moçambique já chegaram a Lisboa

Portugueses repatriados de Moçambique já chegaram a Lisboa

Chegaram esta segunda-feira de madrugada, ao Aeroporto de Figo Maduro, em Lisboa, os sete portugueses que pediram para serem repatriados de Moçambique, na sequência do ciclone Idai.

O avião, que descolou da cidade da Beira às 13 horas de domingo (11 horas em Portugal continental), aterrou em Lisboa às 1.26 horas.

À chegada a Figo Maduro, os portugueses foram avaliados e assistidos por elementos do INEM, ainda dentro do avião.

Pelas 2 horas, desembarcaram e foram recebidos pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, em nome do Governo. A cada um cumprimentou e transmitiu a mensagem de que "são bem-vindos, este é o país deles, mas as coisas em Moçambique também vão melhorar".

A bordo do avião fretado pelo Estado seguiram cinco homens, uma mulher e um jovem de 15 anos, que deixaram Moçambique devido a problemas de saúde ou perda de todos os bens na sequência do ciclone Idai, que afetou o país no passado dia 15.

Segundo o ministro dos Negócios Estrangeiros, dos 93 portugueses que estavam por contactar na sequência do ciclone há agora menos de dez por contactar.