Exclusivo Edição Impressa

PS em falência pede dinheiro a dirigentes

PS em falência pede dinheiro a dirigentes

As dificuldades financeiras que o PS atravessa, com um passivo de 21 milhões de euros, estão a deixar em pé de guerra as concelhias e as federações do partido.

Há iniciativas a serem canceladas por falta de verbas e as despesas correntes - como as da água e luz - são asseguradas por muitos dirigentes locais. Parte deles admite que nunca irá ver a cor do dinheiro. E é o próprio partido que já lhes pede que assumam tais despesas como "contribuições".

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa

Imobusiness