Premium

Quatro empresas já plantam canábis medicinal em Portugal

Quatro empresas já plantam canábis medicinal em Portugal

Produções de canábis situam-se maioritariamente a sul do país e destinam-se a fornecer o mercado europeu. Primeira fábrica da União Europeia é inaugurada dia 24 em Cantanhede e dá emprego a 200 pessoas.

Já há quatro empresas em Portugal a proceder ao cultivo de canábis para fins medicinais. As produções situam-se, sobretudo, no Sul do país, tendo obtido a devida autorização por parte do Infarmed. A produção destina-se maioritariamente ao mercado europeu, sendo que Portugal vai ter também a primeira fábrica para o efeito na União Europeia, no Parque Tecnológico de Cantanhede, estando uma segunda prevista para o ano seguinte.

A RPK Biopharma, Lda, sediada em Sintra, foi a última a obter a autorização do Infarmed para poder produzir canábis para fins medicinais, tendo esta sido publicada em "Diário da República" a 26 de fevereiro. A Sabores Púrpura, Lda (sediada em Coimbra), a Terra Verde, Lda, de Setúbal, e a Tilray, empresa canadiana que vai abrir a fábrica em Cantanhede, são as outras entidades que já cultivam a planta, apurou o JN junto do Infarmed.