O Jogo ao Vivo

PSD

Rui Rio promete reagir "a seu tempo" a desafio de Montenegro

Rui Rio promete reagir "a seu tempo" a desafio de Montenegro

O presidente do PSD reafirmou, este sábado, em Coimbra, estar a par da candidatura de Luís Montenegro à presidência do partido, mas não definiu uma data para responder ao ex-líder parlamentar, considerando não estar a dramatizar.

"Já disse que não sou hipócrita e sei o que está a acontecer. Mas na vida, as minhas corridas são de fundo e meio fundo. Tudo tem o seu tempo, a sua calma, não vamos dramatizar", lembrou, à saída do Conselho Estratégico Nacional do PSD, que decorreu este sábado em Coimbra.

Rui Rio voltou a recordar que, enquanto estudante universitário, foi "corredor de 100 e de 200 metros", mas que, "com a vida" não é "corredor de 100 metros", não anda "ao sprint", é "mais de fundo ou, neste caso", como tem dito, "tem mais de ser de meio fundo".

A reunião de hoje do Conselho Estratégico serviu exclusivamente para "preparar a primeira convenção nacional do CEN, que se vai realizar no dia 16 de fevereiro no Europarque", em Santa Maria da Feira, afirmou Rui Rio, destacando que este encontro será "uma coisa muito grande, com muitas centenas de participantes".

Antes da reunião, que decorreu à porta fechada, o vice-presidente do PSD Maló de Abreu acusou Luís Montenegro de tentar um "assalto ao poder" no partido e de fazer "politiquice" a três meses das eleições Europeias.

"Rui Rio candidatou-se com uma estratégia, com um caminho, que tem sido seguido e, portanto, parece-me absolutamente descabido, desnecessário e altamente prejudicial para o partido o que se está a passar neste momento", disse Maló de Abreu.

Na sexta-feira, o antigo líder parlamentar do PSD Luís Montenegro anunciou que está disponível para ser "de imediato" candidato à liderança do partido, desafiando Rui Rio a marcar eleições diretas já e a apresentar a sua própria candidatura.

ver mais vídeos