Coimbra

Sismo de 4,6 sentido no Norte e Centro de Portugal

Sismo de 4,6 sentido no Norte e Centro de Portugal

Um sismo de 4,6 de magnitude foi registado no mar ao largo de Coimbra, esta terça-feira às 07.12 horas, e sentido ao longo da costa no Norte e Centro do país. Também foi sentido em Espanha.

O epicentro foi registado no mar a cerca de 130 km a Oeste do Cabo Mondego, segundo as últimas informações do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). Pelas 7.29 horas ocorreu uma réplica de 2,6 de magnitude. Outras três réplicas, duas de 1,7 e uma de 1,6 de magnitude, ocorreram às 7.19 horas, 7.20 horas e 11.13 horas, refere o site do IPMA.

Este sismo, de acordo com a informação disponível até ao momento, não causou danos pessoais ou materiais e foi sentido com intensidade máxima III (escala de Mercalli modificada) na região de Santa Maria da Feira [Aveiro] ", adianta o IPMA, apesar de ter sido sentido ao longo de toda a costa, desde Viana do Castelo a Leiria.

Saiba o que fazer em caso de sismo

"Sentiu-se as casas a tremer e ouviu-se um barulho tremendo", descreveu Luciana Seabra numa mensagem enviada ao JN, na zona da Praia de Angeiras, Matosinhos. "Acabou de acontecer um tremor de terra bem sentido (caíram alguns objetos) em Vila do Conde", relatou também José Azevedo ao JN.

Também no Facebook do JN são vários os testemunhos. "Acordei com a cama a abanar e um barulho muito grave como se fosse um trovão bem forte", contou Telma Duarte, de Vila Nova de Gaia. Alfredo Pinto Monteiro diz que "em Barcelos também se sentiu". "Apanhei um susto com as portas dos móveis e dos objetos a tilintar", acrescenta.

"Em Afife, Viana do Castelo, as janelas vibraram ruidosamente", garante Jesuína Costa Leite. "Primeiro ouvi o som, depois tremeu", segundo Cristian Rocha, de Valado dos Frades, na Nazaré. "Acordei com o barulho de coisas a baterem na minha cómoda....", releva Adelaide Morais Fidalgo, de Viseu.

Nas redes sociais foram divulgados vários testemunhos da terra a tremer em localidades como Gaia, Porto, Leça da Palmeira e Penafiel. "Afinal isto estava a abanar mesmo, não era o sono leve" e "Abanou imenso, sentiram?", lê-se em algumas mensagens.

Os sismos são classificados segundo a sua magnitude como micro (menos de 2,0), muito pequeno (2,0-2,9), pequeno (3,0-3,9), ligeiro (4,0-4,9), moderado (5,0-5,9), forte (6,0-6,9), grande (7,0-7,9), importante (8,0-8,9), excecional (9,0-9,9) e extremo (superior a 10).

ver mais vídeos