Ciência

Investigadora do IPO do Porto recebe prémio por trabalho no cancro da próstata

Investigadora do IPO do Porto recebe prémio por trabalho no cancro da próstata

A investigadora do Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto, Ana Luísa Teixeira, foi distinguida pelo seu trabalho na área do cancro da próstata. O 4.º Encontro Nacional de Jovens Investigadores de Oncologia do Núcleo Regional Norte da Liga Portuguesa Contra o Cancro do Núcleo Regional Norte, que decorreu este sábado no Porto, reuniu jovens cientistas de todo o país. Dos 120 trabalhos a concurso, Ana Luísa Teixeira distinguiu-se e receberá cinco mil euros.

A investigação vencedora pretende identificar os mecanismos que estão a contribuir para que muitos doentes de cancro da próstata sejam resistentes aos fármacos, nomeadamente à enzalutamida (um fármaco que já é de segunda geração).

O objetivo do trabalho de Ana Luísa Teixeira é a identificação precoce da resistência em doentes submetidos a tratamentos. A enzalutamida é um dos fármacos atualmente disponíveis para a cura daquela doença. No entanto, esse tratamento representa um grande desafio clínico, verificando-se uma resistência intrínseca entre 20 a 40% dos pacientes àquela substância.

PUB

O encontro deste sábado visou, sobretudo, a partilha de novas ideias e de conhecimentos para aproximar os investigadores em oncologia e potenciar um ambiente produtivo do trabalho a desenvolver. "A importância destes encontros é cada vez maior, é mais abrangente. Temos inscrições de todo o país, o que é um indicador de que esta iniciativa suscita muito interesse entre os jovens investigadores", afirmou Vítor Veloso, presidente da Liga Portuguesa Contra o Cancro, ao JN.

Perda de cientistas

O futuro dos jovens investigadores e os problemas que enfrentam durante o percurso científico foram debatidos. "Temos excelentes investigadores e é uma pena que os deixemos fugir para outros empregos e para o estrangeiro", acrescentou. Esta iniciativa atribuiu 168 mil euros em bolsas de investigação no ano passado, o que "parece uma quantia pequena, mas, para a liga, é bastante grande", frisa.

Para além do Prémio Liga Inovação, atribuído a Ana Luísa Teixeira, no valor de cinco mil euros, foram ainda atribuídos mais dois: os prémios Melhor Comunicação Oral, no valor de 750 euros, Melhor e-Poster, no valor de 500 euros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG