Covid-19

Terceira dose para idosos avança a 11 de outubro

Terceira dose para idosos avança a 11 de outubro

Lacerda Sales diz que DGS emite norma em breve, após parecer da EMA que aprova reforço.

A terceira dose da vacina contra a covid-19 arranca a 11 de outubro para maiores de 65 anos. O esperado "sim" da Agência Europeia do Medicamento (EMA, na sigla inglesa) chegou esta segunda-feira e a Direção-Geral da Saúde prepara-se para emitir nas próximas horas uma norma que regulamente a administração.

O anúncio foi feito pelo secretário de Estado Adjunto e da Saúde. Lacerda Sales disse que a estratégia será idêntica à da primeira fase de vacinação, começando pelos maiores de 80 anos e depois, de forma decrescente, até aos 65. O primeiro-ministro garantiu que o país tem doses suficientes.

"Iniciaremos pelas faixas mais vulneráveis, nomeadamente pelas estruturas residenciais para idosos, pela faixa acima dos 80 anos e depois iremos de uma forma decrescente até à faixa igual ou superior aos 65 anos, como foi feito quando foi a primeira fase de vacinação covid", disse o secretário de Estado.

A EMA pronunciou-se hoje sobre as doses de reforço da vacina da Pfizer, concluindo que "podem ser consideradas" para pessoas com mais de 18 anos, após seis meses da segunda dose, para aumentar os anticorpos.

Sobre a dose adicional para imunossuprimidos, que já está a ser administrada em Portugal, o regulador europeu entende que só deverá ser administrada a pessoas com "sistemas imunitários gravemente enfraquecidos", após 28 dias da segunda toma. A avaliação incidiu sobre as vacinas da Pfizer e da Moderna.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG