DGS

Mais 161 mortos e 4387 casos de covid-19 em Portugal

Mais 161 mortos e 4387 casos de covid-19 em Portugal

Há mais 161 óbitos associados à covid-19 e 4387 novas infeções, segundo o boletim epidemiológico desta quarta-feira. Região de Lisboa tem os valores diários mais elevados.

Portugal regista um total de 14.718 óbitos de covid-19 e 774.889 infeções confirmadas pelo coronavírus SARS-CoV-2 desde o início da pandemia, em março de 2020.

Esta quarta-feira, há mais 161 mortes por covid-19, 77 das quais ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo (5982 no total). É também esta zona do país que apresenta maior número de novos casos positivos: 2192 (290.071) dos 4387 confirmados em 24 horas.

A Norte há mais 33 óbitos (4917), no Centro mais 31 (2624), no Alentejo mais 12 (841), no Algarve mais seis (271), na Madeira mais um (55) e nos Açores mais um (28).

A maioria das vítimas mortais tem 80 anos ou mais - no boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS) são mais 103 óbitos nesta faixa etária (45 homens e 58 mulheres). Mas há a lamentar a morte de uma mulher entre os 30-39 anos e outras duas entre os 40-49 anos. Os outros doentes que não resistiram à covid-19 são um homem entre 50-59 anos, 18 pessoas entre os 60-69 anos (dez homens e oito mulheres) e 36 entre 70-79 anos (27 homens e nove mulheres).

Há mais 1050 casos positivos confirmados na zona Norte (319.127), mais 775 no Centro (110.616), mais 185 no Alentejo (27.303), mais 129 no Algarve (18.992), mais 47 na região da Madeira (5142) e mais nove nos Açores (3638).

PUB

Esta quarta-feira confirma-se a tendência de diminuição dos internamentos: são menos 241 hospitalizações e menos nove em Unidades de Cuidados Intensivos. Mesmo assim, estão internados 5829 doentes covid-19 e 853 estão em estado mais grave.

No mesmo sentido, há menos 4555 casos ativos, permanecendo infetadas 123.132 pessoas em Portugal.

Conseguiram recuperar mais 8781 pessoas (636.859 desde o início da pandemia) e há 162.566 sob vigilância das autoridades de saúde, ou seja, menos 8988 em comparação com o boletim de terça-feira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG