Pandemia

Mais seis mortes e 345 casos de covid-19 em Portugal, 87% em Lisboa

Mais seis mortes e 345 casos de covid-19 em Portugal, 87% em Lisboa

Portugal registou, nas últimas 24 horas, seis mortes e 345 novos casos de infeção por covid-19, 299 na região de Lisboa e Vale do Tejo e apenas nove no Norte. Ao todo, contam-se 39.737 infetados e 1540 óbitos.

Segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde, morreram em Portugal seis pessoas desde segunda-feira, dia em que o balanço tinha dado conta de quatro óbitos, elevando para 1540 o número total de mortes por covid-19. O número de óbitos hoje registado é o mais alto desde há 10 dias, quando tinha havido sete novos óbitos. Tal como já tinha acontecido nos últimos dois dias, também hoje todos os óbitos se registaram na região de Lisboa e Vale do Tejo.

Novos casos descem a pique no Norte e sobem no Alentejo

Nas últimas 24 horas, foram registados mais 345 casos de infeção, havendo agora 39.737 infetados desde março. Dos novos contágios, 299 registaram-se em Lisboa e Vale do Tejo (que soma um total de 17.225 infetados), o que equivale a cerca de 87% do total (ontem, tinha sido 63%).

O Norte, que ontem tinha registado mais 71 casos do que no dia anterior, e o Centro, que ontem apresentava 14 novos infetados, somam hoje apenas mais nove casos (total de 17329 e 4014, respetivamente). O Alentejo, que ontem registou mais dois casos, sobe hoje para 21 (397) e o Algarve tem mais sete (536). Açores (144) e Madeira (92) continuam com os mesmos casos.

Maior aumento na fixa dos 30 a 39 anos

A maior parte dos novos casos encontra-se nas faixas etátias dos 20 aos 59 anos, sendo que o maior aumento (35 casos) está em pacientes com 30 a 39 anos, seguindo-se doentes com 20 a 29 anos (33 casos), 40 a 49 (28) e, depois, 50 a 59 (25).

Há, em todo o país, 441 pessoas a receber tratamento hospitalar (mais 17 do que ontem, em que já tinha havido igual diferença face à véspera), 72 das quais em unidades de cuidados intensivos. Há, por outro lado, 25.829 casos recuperados, mais 281 do que ontem.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG