Campanha

Marcas de mulheres portuguesas unidas contra a pobreza menstrual

Marcas de mulheres portuguesas unidas contra a pobreza menstrual

Para celebrar o Dia Internacional da Mulher, a Wonther uniu-se a 17 marcas criadas por mulheres portuguesas para doar 8% da faturação a São Tomé e Príncipe e Guiné-Bissau. O valor angariado vai ajudar a reduzir a pobreza menstrual destes países.

"Mulheres e pequenos negócios em união para reduzir a pobreza menstrual" é o mote da campanha "Stand by Her", que decorre entre os dias 1 e 8 de março, através de uma parceria entre a marca de joalharia portuguesa ética e sustentável Wonther e a Associação Missão Dimix, promotora da defesa dos direitos humanos que opera diretamente nas regiões em questão.

"A dignidade menstrual é uma causa que nos é muito querida e sobre a qual já debatíamos internamente há muito tempo. Quando conhecemos a sexóloga Vânia Beliz, umas das principais promotoras desta missão, a empatia foi imediata e sabíamos que tínhamos de ajudar" refere Olga Kassian, fundadora da Wonther.

Sónia Pessoa, coordenadora e fundadora da Missão Dimix, identifica o envio de pensos reutilizáveis criados por voluntários em Portugal, a aquisição de máquinas de costura para a confeção dos artigos e a construção de casas de banho para uso exclusivo de raparigas nas escolas locais, como três causas prioritárias às quais se destinam os donativos monetários.

A esta ação juntam-se as marcas Limon Rose, Nazareth, Plume Organic, Clair Couture, Pura Creative Nature, Joana Ribeiro Joalharia, Ana Marta Cerâmica, Ownever, Inusitado, Mauvais Marie, Airosa Design, Normal or Not, Wheat & Rose, Knot Knot, MIRAKAYA, Light Years Away e Marita Moreno.

Durante esta semana, a página de Instagram da Wonther também dá espaço a conversas em direto sobre os temas retratados na iniciativa. No dia 8 de março, a aplicação ClubHouse vai reunir todas as intervenientes da causa numa discussão sobre a dignidade menstrual e a normalização da menstruação.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG