Galardão

Matemática da informação vale prémio a português que trabalha na Suíça

Matemática da informação vale prémio a português que trabalha na Suíça

Afonso Bandeira é o primeiro matemático a receber o Prémio António Aniceto Monteiro, uma parceria entre a Sociedade Portuguesa de Matemática (SPM) e a Unilabs. Esta foi a primeira edição do prémio que se destina a matemáticos, com menos de 40 anos de idade, e que se tenham distinguido com uma contribuição significativa na disciplina.

Afonso Bandeira tem 34 anos e é natural de S. Pedro do Sul, distrito de Viseu. É professor do ETH Zurich, um instituto público na Suíça, e desenvolve investigação na área de matemática da informação, combinando ferramentas de teoria da probabilidade, estatística teórica e otimização convexa, para introduzir ideias inovadoras que têm vindo a revolucionar e impulsionar de forma inequívoca a área, na qual é considerado uma referência de liderança.

"Em termos simples, a matemática da informação consiste em perceber quanta informação existe num determinado conjunto de dados", explica Afonso Bandeira. O matemático explicou ao JN que, nos últimos anos, esta é uma área que tem estado em constante crescimento e que permite obter informação para diferentes áreas do conhecimento, como a física ou a saúde.

"Permite-nos perceber padrões na rede, como proteínas. Aliás, foi esta informação que nos permitiu construir a imagem que nós temos sobre o coronavírus". Para Afonso Bandeira, o que mais lhe interessa é perceber, além de como estes dados são extraídos, o quão difícil é obter estes dados.

Quando soube que tinha sido selecionado para receber este prémio por parte da SPM, o matemático sentiu-se honrado. "Acho que me escolheram porque gostaram do meu trabalho, da minha curiosidade. Mas para mim, mais importante do que receber o prémio, é recebê-lo na SPM presencialmente e estar junto de matemáticos que eu conheço e que não vejo desde o início da pandemia", conclui Afonso Bandeira.

O próximo passo

Apesar de ser uma área em constante evolução, Afonso Bandeira afirma que já tem planos para o que vai investigar a seguir na área da matemática da informação. "O que me interessa agora é perceber a relação entre a quantidade dos dados (com uma certa qualidade), o tempo de resposta e a qualidade das soluções apresentadas pelos computadores na resolução de problemas computacionais", explica.

PUB

Afonso Bandeira admite que é impossível prever os dados que vão ser analisados por esta área, referindo que nem mesmo em sonhos será possível perceber a informação que vai ser possível obter com estes dados. "No entanto, é ótimo para quem gosta de colocar perguntas".

Um prémio que homenageia matemáticos

A cerimónia de entrega decorreu esta quarta-feira, 20 de julho, no âmbito do Encontro Nacional de Matemática.

O prémio António Aniceto Monteiro é uma homenagem ao matemático do mesmo nome, que foi um dos fundadores da SPM e da Portugaliae Mathematica. O seu trabalho de investigação é considerado como um testemunho de uma era e de uma vida extraordinárias.

O seu ensaio modernista "Ensaio sobre os fundamentos da Análise Geral", publicado pela Academia de Ciências de Lisboa, em 1939, é um exemplo das ideias precursoras que inebriaram a sua geração e instigaram o progresso da investigação em Portugal.

"O objetivo deste prémio é reconhecer o mérito excecional da nova geração de matemáticos portugueses, chamar a atenção para a enorme qualidade da sua investigação, inspirar os mais novos e promover a matemática", explica João Araújo, presidente da SPM.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG