Coronavírus

Mais um morto. Número de casos de Covid-19 em Portugal sobe para 785

Mais um morto. Número de casos de Covid-19 em Portugal sobe para 785

O número de casos de Covid-19 em Portugal subiu de 642 para 785 casos esta quinta-feira. Há mais uma vítima mortal.

De acordo com o boletim da situação epidemiológica no país divulgado esta quinta-feira de manhã pela Direção-Geral da Saúde, o número de infetados com o novo coronavírus aumentou para 785 e há mais uma vítima mortal, na região centro.

O número de pessoas recuperadas não sofreu alterações, continua em três. Mais de 88% dos doentes (696) estão a recuperar em casa. Dada a percentagem de doentes que não precisa de internamento, a DGS admite mudar de estratégia e passar a fazer testes em massa, à semelhança do que acontece noutros países.

O aumento do número de casos, 143 em 24 horas, é inferior ao registado de terça para quarta-feira (um recorde de 198). De salientar que se mantêm os pacientes internados, 89, e nos cuidados intensivos, 20. Ao todo, 483 pessoas aguardam resultado laboratorial.

Quanto às áreas de residência, a maior parte dos doentes infetados (381) vive na região Norte, que registou mais 8 novos caos em 24 horas. Segue-se a Grande Lisboa com 278 casos, mais 43, face ao boletim anterior.

A zona Centro com um aumento de 12 casos, de 74 para 86, registou a primeira vítima mortal, que eleva para três o número de mortos devido à Covid-19 em Portugal. O Algarve regista mais quatro casos, são agora 21, e o Alentejo continua com dois. Açores com três, Madeira com um e países estrangeiros com nove, não registaram alterações.

Mais de 8091 contactos estão em vigilância pelas autoridades de saúde. Desde 1 de janeiro de 2020, as autoridades de saúde registaram 6061 casos suspeitos, dos quais 4788 não foram confirmados.

Os dados indicam também que a maior percentagem de doentes infetados com o novo coronavírus regista-se nas mulheres, entre os 40 e 49 anos (22,8%), seguidas pelos homens da mesma faixa etária, com 19,7%.

Nos doentes homens há 9,1% entre os 70 e 79 anos e nas mulheres 5,9% na mesma faixa etária. Entre os homens infetados há 4,3% acima dos 80 anos e entre as mulheres 5,4%.

Segundo o boletim, há 24 cadeias de transmissão ativas. Entre os casos importados, a maioria vem de Espanha (23), Itália (17) e França (16). Há oito oriundos da Suíça, dois dos Países Baixos, e um de Alemanha, Áustria, Andorra, Bélgica, Irão e Reino Unido.

O número de mortos provocados pelo novo coronavírus ultrapassou, esta quinta-feira, as nove mil pessoas, segundo um balanço da agência France Presse compilado esta manhã a partir de fontes oficiais.

Desde o início da pandemia, em dezembro do ano passado, 217510 pessoas foram infetadas com Covid-19 em 157 países e 9020 morreram.

Morreram mais 236 pessoas e foram registados 8015 novos casos desde o fim da tarde de quarta-feira.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG