Exclusivo

Novo caso da variante sul-africana em Portugal

Novo caso da variante sul-africana em Portugal

Variantes brasileira e sul-africana têm uma mutação que pode conduzir a menor atuação dos anticorpos das células humanas.

O estudo sobre a diversidade genética do SARS-CoV-2 detetou mais um caso da variante da África do Sul em Portugal, elevando, assim, o número para dois. O primeiro caso foi detetado a 22 de janeiro. Tratava-se de um homem que tinha regressado ao país a seguir ao Natal, oriundo daquele país africano.

No mais recente relatório da investigação a cargo do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) e do Instituto Gulbenkian de Ciência, publicado sexta-feira, lê-se que "até à data" foram descobertos dois casos da estirpe associada à África do Sul. "Esta observação sugere que a circulação desta variante ainda é limitada em Portugal", explica o documento, que não revela quando foi detetada. Apenas é dito que nenhum caso foi encontrado na amostragem de entre 10 e 19 de janeiro. No mesmo período, foi detetada uma frequência de 16% da variante associada ao Reino Unido, na amostragem nacional, para a qual foram analisadas 532 sequências genéticas. A variante associada ao Brasil ainda não foi encontrada.
De 60% a 90%

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG