Balanço

Novo máximo: Portugal com quase quatro mil novos casos de covid-19

Novo máximo: Portugal com quase quatro mil novos casos de covid-19

Portugal regista, esta quarta-feira, mais 24 mortes e 3960 novos casos de covid-19, 2114 dos quais no Norte. Recuperados são mais 1657. No total, desde o início da pandemia, morreram 2395 pessoas e 128.392 foram infetadas.

O aumento de infetados contabilizado hoje é o valor diário mais elevado desde o início da pandemia, ultrapassando o máximo de 3669 contágios registados no sábado. No total, estão contabilizados 128.392 casos, dos quais 51.996 correspondem a doentes ativos (2279 foram contabilizados até à meia-noite). Com mais 1657 recuperações, o total de recuperados sobe para 74.001.

Metade de novos contágios no Norte

Cerca de 53% das novas infeções (2114) foram registadas na região Norte - menos dez pontos percentuais do que ontem -, onde já se registaram 56.122 casos. Segue-se Lisboa e Vale do Tejo, com 1105 novos infetados, em 55.478, e depois a região Centro, onde há mais 558 casos, em 10.877. O Alentejo contabiliza mais 110 casos (em 2558) e o Algarve mais 53 (em 2579). O arquipélago da Madeira soma mais 15 infetados, com um total de 425, e nos Açores há mais cinco casos, em 353.

Morreram em Portugal mais 24 pessoas, elevando para 2395 o número total de mortes por covid-19 (1224 homens e 1171 mulheres). Onze das vítimas mortais foram registadas na região Norte, oito em Lisboa e Vale do Tejo, quatro no Centro e um no Alentejo. A maioria das vítimas (15) tinha 80 anos ou mais - 7 homens e 8 mulheres. Na faixa etária dos 70 a 79 anos, morreram três pessoas (dois homens e uma mulher), na dos 60 a 69 anos morreram cinco (três homens e dois mulheres) e morreu ainda uma mulher com idade entre os 50 e os 59 anos.

O número de internamentos em enfermaria - que no domingo passado atingiu o valor diário máximo de 100 casos - continua a aumentar, havendo agora mais 47 pessoas internadas (total de 1794). Em unidades de cuidados intensivos, há hoje mais 9 (262). Por outro lado, sob vigilância estão 62.457 cidadãos, mais 2394 do que ontem.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG