Boletim

Novo recorde: 6640 novos infetados com covid-19 em Portugal

Novo recorde: 6640 novos infetados com covid-19 em Portugal

Portugal somou 6640 casos de covid-19 nas últimas 24 horas, para um total de 173.540, quando há mais 56 mortos. É o segundo pior dia em termos de óbitos.

Portugal voltou, este sábado, a atingir um valor recorde de infeções pelo novo coronavírus, com mais 6640 casos positivos. É o segundo dia consecutivo com mais infetados, depois de, na sexta-feira, terem sido contabilizadas 5550 infeções diárias.

Recorde-se que o boletim de quarta-feira mostrou aquele que parecia ser o valor mais alto de casos, mas os 7497 infetados então apresentados incluíam "o somatório de 3570 casos" de dias anteriores.

Do total de 173.540 infetados desde março, 72.945 correspondem a doentes ativos, dos quais 2591 foram registados até à meia-noite. Com mais 3993 recuperações, o total de recuperados sobe para 97.747.

Este sábado há menos cinco doentes internados: 2420 no total. Ainda assim, os infetados em Unidades de Cuidados Intensivos voltaram a subir. São mais 26 para um total de 366.

PUB

Do total de infeções diárias, 3900 são no Norte, onde já foram registados, ao todo, 82.361. Segue-se Lisboa e Vale do Tejo, com 1856 novos infetados, em 67.725, e depois a região Centro, onde há mais 712 casos, em 15.757.

O Alentejo soma mais 49 casos (em 3361) e o Algarve mais 82 (em 3367). O arquipélago da Madeira soma mais 19 infetados, com um total de 534, e nos Açores há mais 22 casos, em 435.

O boletim deste sábado da Direção-Geral da Saúde (DGS) dá ainda conta de 56 óbitos nas últimas 24 horas: 30 mulheres e 26 homens. Trata-se do segundo pior registo de vítimas mortais, só atrás das 59 mortes reportadas na quarta-feira, 4 de novembro.

Além do maior número de novos casos, o Norte registou igualmente a maior parte dos óbitos: 31. Em Lisboa e Vale do Tejo registaram-se 19, no Centro três e no Alentejo outros três.

Como já é regra, a grande maioria das vítimas (40) tinha 80 anos ou mais - 17 homens e 23 mulheres. Com 70 a 79 anos, morreram 10 pessoas (cinco homens e cinco mulheres) e ainda três homens e uma mulher na faixa etária dos 60-69 e um homem e uma mulher na faixa dos 50-59.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG