O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Nunca se morreu tanto em Portugal num só dia

Nunca se morreu tanto em Portugal num só dia

Nunca se atingiu semelhante valor desde que há registos. É quase o dobro face à média. Covid-19 já matou mais neste mês do que em dezembro.

A pandemia continua a ditar recordes de mortalidade no país. Que, como as projeções, vão sendo ultrapassados diariamente: 20 de janeiro pinta-se a vermelho como o dia em que morreram mais de 700 pessoas no nosso país. Nunca, desde que há registos (a partir de 1980), se ultrapassou tão negra cifra. Desse total, contam-se 221 mortes por covid-19, também aqui um novo máximo.

Janeiro é já uma anormalidade estatística. Depois de dez dias consecutivos com mais de 600 óbitos por todas as causas, a 20 de janeiro chegamos aos 721, de acordo com os dados do eVM - sistema de vigilância da mortalidade em tempo real (às 21 horas de ontem). Hora a que se contabilizavam já 539 mortes para o dia de ontem.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG