Exclusivo

Oposição no CDS já conta espingardas para forçar congresso

Oposição no CDS já conta espingardas para forçar congresso

Mesquita Nunes acusa Rodrigues dos Santos de se "entrincheirar". Medem-se forças na reunião de sábado.

A oposição interna a Francisco Rodrigues dos Santos, presidente do CDS, já se prepara para reunir as quatro mil assinaturas necessárias para organizar um congresso extraordinário. Embora o cenário mais plausível seja a aprovação, neste sábado, da moção de confiança apresentada pelo líder ao Conselho Nacional, os partidários de Adolfo Mesquita Nunes já pensam em reunir as quatro mil assinaturas necessárias à realização do congresso.

Mesquita, que quer suceder a Rodrigues dos Santos, acusa a direção de se "entrincheirar" ao não convocar um congresso. Ontem, o deputado João Gonçalves Pereira declarou ao JN o seu apoio "incondicional" ao aspirante a líder do CDS.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG