Premium

Orientações da DGS obrigam universidades a cortar centenas de camas nas residências

Orientações da DGS obrigam universidades a cortar centenas de camas nas residências

Distanciamento de dois metros, num parque em que mais de metade dos quartos são duplos, reduz oferta nas residências universitárias. Há instituições que perdem um terço dos lugares.

A distância lateral mínima de dois metros entre camas em quartos com mais do que um estudante recomendada pela Direção-Geral da Saúde (DGS) vai fazer com que a já parca oferta de alojamento universitário reduza substancialmente. Instituições de Ensino Superior contactadas pelo JN admitem perdas de camas até um terço. 58% dos quartos nas residências são duplos.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG