Covid-19

PCP pede "sensatez" ao Governo nas regras para acesso às praias

PCP pede "sensatez" ao Governo nas regras para acesso às praias

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, defendeu esta quinta-feira que o Governo deve ter "sensatez" na definição das normas para acesso às praias, alegando que estes espaços de lazer não devem tornar-se focos de conflitos no período de férias.

Esta advertência foi deixada por Jerónimo de Sousa após ter sido recebido pelo primeiro-ministro, António Costa, em São Bento, sobre a segunda fase de desconfinamento de atividades económicas e sociais no atual quadro de pandemia de covid-19.

Perante os jornalistas, Jerónimo de Sousa considerou que a reabertura das atividades deve ser acompanhada por uma exigência em matéria de condições sanitárias.

No caso das praias, o líder comunista frisou que o PCP entende que "tem de haver uma posição muito sensata por parte do Governo, de forma a não criar num espaço de lazer e de descanso focos de conflito".

"Devem existir condições de segurança no plano sanitário. Os portugueses bem merecem o descanso e as férias tendo em conta a situação que vivemos", frisou.

Já sobre a realização da Festa do Avante, em setembro, Jerónimo de Sousa considerou "incontornável" o contacto entre o PCP e a Direção Geral da Saúde (DGS).

"Nas festas anteriores tivemos a opinião e a certificação da DGS. Isso irá acontecer. Mas falta quatro meses para a festa e quatro meses é muito tempo. Agiremos tranquilamente", acrescentou.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG