Partidos

PCP prepara "política alternativa" em jornadas parlamentares

PCP prepara "política alternativa" em jornadas parlamentares

Partido reúne esta segunda e terça-feira em Lisboa e Setúbal para discutir soluções para os problemas decorrentes da pandemia da covid-19.

O Partido Comunista Português (PCP) vai reunir-se em Jornadas Parlamentares, segunda e terça-feira, em Lisboa e Setúbal, para apresentar uma "política alternativa" em áreas como o trabalho, a crise sanitária da covid-19 e a economia.

João Oliveira, presidente do Grupo Parlamentar do PCP, afirmou, aquando da apresentação do encontro de dois dias, que o partido vai utilizar "alguns dos exemplos mais visíveis e evidentes da situação nacional e dará destaque às soluções (...) para uma política alternativa que verdadeiramente dê resposta aos problemas".

Ouvir trabalhadores

As jornadas parlamentares do PCP iniciam-se esta segunda-feira na Casa do Alentejo, em Lisboa, às 11 horas, com a intervenção do secretário-geral do partido, Jerónimo de Sousa, e de João Oliveira. Durante a tarde, os comunistas reúnem-se com órgãos representativos dos trabalhadores da TAP, pescadores e mariscadores.

O partido terá, ainda, encontros com a direção do Departamento Central de Investigação e Ação Penal, a Direção Nacional da Polícia Judiciária, o diretor executivo dos agrupamentos dos centros de saúde e com a administração do Hospital de Setúbal.

Para João Oliveira, a necessidade de uma "política alternativa" prende-se não só pela situação epidemiológica do país, mas também pela limitação dos direitos na área de trabalho durante a pandemia, onde se incluem, no seu entender, "os despedimentos coletivos", o "desrespeito pelos horários" e as "situações de precariedade laboral".

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG