Pandemia

Governo britânico confirma saída de Portugal da lista verde do Reino Unido

Governo britânico confirma saída de Portugal da lista verde do Reino Unido

Portugal sai da lista de destinos considerados seguros pelo Reino Unido, no âmbito da pandemia de covid-19, anunciou o ministro dos Transportes britânico, Grant Shapps.

Portugal está de fora da lista verde do Reino Unido, obrigando os turistas britânicos a cumprirem uma quarentena de dez dias no regresso ao país. A informação foi confirmada por Grant Shapps, ministro dos Transportes do Reino Unido.

O governante disse à imprensa que a decisão é uma "medida de segurança", já que segundo Shapps, Portugal duplicou as taxas de infeção, desde a última atualização da lista de países com restrições a viagens.

O ministro dos Transportes afirma que foi detetada em território português uma "espécie de mutação do Nepal na chamada variante indiana", e que não é claro se a vacina contra a covid-19 poderá ser eficaz.

A decisão, que entra em vigor na próxima terça-feira, foi inicialmente avançada pela SkyNews e a BBC.

Portugal passará, assim, a estar na lista amarela, que torna obrigatória, além da quarentena, a realização de dois testes PCR: ao segundo e oitavo dias de permanência em território britânico. Espanha, Grécia e França estão também neste grupo.

Alguns turistas já começaram a cancelar as reservas efetuadas no Algarve.

PUB

Na lista verde do Reino Unido estão agora países como Islândia, Austrália, Nova Zelândia, Singapura, Brunei e Ilhas Malvinas. No grupo mais gravoso, e com viagens proibidas, estão o Afeganistão, Sudão, Egito, Costa Rica, Sri Lanka, Bahrain, Trinidade e Tobago.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG