Saúde

Quase 600 consumidores de canábis internados por ano com surtos psicóticos

Quase 600 consumidores de canábis internados por ano com surtos psicóticos

Hospitalizações de consumidores de canábis aumentaram quase 30 vezes em 15 anos. Episódios são graves e ocorrem sobretudo nos homens com idades próximas dos 30 anos.

Quase 600 pessoas consumidoras de canábis são hospitalizadas por ano com graves surtos psicóticos ou esquizofrenia. Têm em média 30 anos e, pelo menos, duas dezenas são menores de idade. Já estava provado que o risco de surtos psicóticos aumenta com o consumo de "charros", mas é a primeira vez que se conhece a dimensão do problema. E os resultados são "assustadores".

Os números constam de um estudo da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) e do Cintesis - Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde, publicado no "International Journal of Methods in Psychiatric Research", uma das revistas científicas mais conceituadas da área.

Os investigadores analisaram as bases de dados de todos os hospitais públicos, entre 2000 e 2015, e detetaram um total de 3233 internamentos com diagnóstico principal de surto psicótico e esquizofrenia associado ao consumo de canábis (diagnóstico secundário). No ano 2000, contaram 20 casos e, em 2015, 588, o que dá um aumento de quase 30 vezes em 15 anos.

Leia mais na edição impressa ou na versão e-paper

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG