Política

RIR retira poderes a mandatário por Beja que afinal é militante do Chega

RIR retira poderes a mandatário por Beja que afinal é militante do Chega

O partido Reagir Incluir Reciclar (RIR) anunciou hoje a retirada de "todos os poderes confiados" a Luís Godinho, nomeado mandatário desta força política no círculo eleitoral de Beja, que é afinal militante do partido Chega.

Em comunicado enviado à agência Lusa, o RIR expressou "muita surpresa" por ter tomado conhecimento, "esta manhã", que Luís Miguel Serra Godinho é "afinal é militante n.º 5.595 do Partido Chega", para cujo Conselho Nacional foi "eleito no último congresso".

Luís Godinho tinha sido "nomeado mandatário" do RIR, no passado dia 23 deste mês, "para a elaboração da lista pelo círculo eleitoral de Beja às próximas eleições legislativas, sendo ele próprio o cabeça de lista", pode ler-se no comunicado.

Na mesma nota à imprensa, assinada pela vice-presidente do RIR Márcia Henriques o partido revelou que "foram imediatamente retirados todos os poderes confiados neste senhor e a situação comunicada ao partido Chega".

"Na política não pode valer tudo e as pessoas que integram partidos políticos devem ter consciência da responsabilidade que lhes cabe", argumenta-se na nota.

São situações como estas "que afastam cada vez mais as pessoas da política e contribuem para o aumento da abstenção", realçou ainda o RIR, afiançando que não pactua "com traições".

"Nem com interesses de quem só procura um lugar de destaque em detrimento dos interesses do país", afiançou.

PUB

O IV congresso do Chega teve lugar este fim de semana, entre sexta-feira e domingo, em Viseu, tendo sido aprovadas as listas próprias apresentadas pelo presidente do partido, André Ventura, para os órgãos nacionais, como a do Conselho Nacional.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG