O Jogo ao Vivo

"Retaliação"

Rússia expulsa cinco funcionários da embaixada portuguesa em Moscovo

Rússia expulsa cinco funcionários da embaixada portuguesa em Moscovo

A Rússia decidiu expulsar cinco funcionários da Embaixada de Portugal em Moscovo. Governo repudia e fala em "retaliação".

"A embaixadora de Portugal em Moscovo foi esta manhã chamada ao Ministério dos Negócios Estrangeiros da Federação Russa, tendo sido informada da expulsão de cinco funcionários da embaixada, que terão de abandonar a Rússia no prazo de 14 dias", informa o Ministério dos Negócios Estrangeiros, esta quinta-feira, em comunicado.

O Governo português "repudia" esta decisão e acrescenta que "não tem qualquer justificação que não seja a simples retaliação".

PUB

"Ao contrário dos funcionários russos expulsos de Portugal, estes funcionários nacionais levavam a cabo atividades estritamente diplomáticas", conclui a nota do ministério, tutelado por João Gomes Cravinho.

No passado dia 5 de abril, Portugal anunciou a expulsão de dez funcionários da missão diplomática da embaixada russa em Lisboa., justificando que as "atividades" daqueles funcionários são "contrárias à segurança nacional".

Nos últimos dias, o Kremlin anunciou a expulsão de dezenas de diplomatas de Itália (24), França (34), Espanha (27) e Finlândia (dois) no âmbito das sanções impostas à Rússia devido à guerra na Ucrânia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG