Covid-19

"Serei dos últimos a tirar" a máscara, revela Marcelo

"Serei dos últimos a tirar" a máscara, revela Marcelo

Marcelo Rebelo de Sousa congratulou-se, este domingo de manhã, com a vacinação contra a covid-19 em Portugal, sublinhando que todo o processo foi feito de forma livre, sem obrigar os cidadãos a serem vacinados. Sobre a utilização da máscara, disse querer esperar pelos números das próximas semanas, mas que seguramente será "dos últimos a tirá-la".

Durante uma visita ao centro de vacinação de Alcabideche, em Cascais, o presidente da República pôs a tónica no facto de Portugal ter um processo de vacinação voluntário e de, mesmo assim, ter um nível de adesão muito elevado. "Estamos entre os três ou quatro melhores" do mundo, afirmou.

Marcelo Rebelo de Sousa aproveitou o momento para distribuir elogios pelo vice-almirante Gouveia e Melo, pela organização do processo; pelos profissionais de saúde, que se "mobilizaram em massa para este esforço coletivo" de vacinação e combate à pandemia; pelos jovens que, mesmo em período de férias, decidiram dizer que sim à vacina; e por Graça Freitas, por dar a cara pelas decisões que toma, após uma referência à decisão de abrir a possibilidade de escolha sobre a vacinação aos mais jovens.

Para os mais jovens, deixou ainda uma mensagem de louvor aos mais jovens que, mesmo em período de férias, superaram as expetativas, com um alto nível de adesão (ontem foram vacinadas 128 mil pessoas, 115 mil jovens entre 12 e 15 anos e este domingo foram já inoculadas 20 mil vacinas). Questionado pelos jornalistas sobre a possibilidade de, em breve, deixar de ser obrigatória a utilização de máscara na rua, Marcelo lembrou que foi dos primeiros a usar máscara, quando ainda não era obrigatório, e que será "dos últimos a tirá-la", depois de analisar a evolução da pandemia.

O Presidente da República lembrou que a decisão sobre uso da máscara é uma competência da Assembleia da República, que só volta a reunir-se em plenário em setembro, por isso defendeu que a prorrogação dessa decisão "é uma boa coincidência, depois de deixar passar algumas semanas".

A declaração de Marcelo incluiu vários apelos à vacinação dos mais jovens e ao bom senso nos comportamentos, aproveitando o momento para contar uma pequena história de uma familiar que tinha muitas dúvidas sobre as vacinas e que acabou por contrair covid-19 e estar doente durante um mês.

Entre 19 e 21 de Agosto foram efetuados mais de 47 mil pedidos de auto agendamento para jovens com idades compreendidas entre os 12 e 17 anos, para serem vacinados nos fim de semana de 28 e 29 de agosto

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG