IPMA

Temperaturas descem nos próximos dias, mas a culpa não é da "Besta do Leste"

Temperaturas descem nos próximos dias, mas a culpa não é da "Besta do Leste"

O tempo vai manter-se frio até pelo menos sexta-feira, em especial nas regiões do interior Norte e Centro. As temperaturas mínimas podem estar abaixo dos zero graus nos distritos de Bragança e Guarda, mas não estão relacionadas com a "Besta do Leste", uma frente fria que não irá afetar para já Portugal continental.

Nestes primeiros dias de dezembro, a tendência meteorológica que o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê será uma descida das temperaturas mínimas, bem como da máxima em todo o território nacional, situação que não é atípica nesta altura do ano. Esta sexta-feira, os distritos de Bragança e Guarda podem vir a registar temperaturas mínimas negativas, respetivamente, -1ºC e -4ºC.

"Há mesmo a possibilidade de ser emitido aviso amarelo para Bragança durante sexta-feira e sábado", explicou, ao JN, Bruno Café, meteorologista do IPMA, sublinhando que "há muita incerteza nos modelos a partir do fim de semana, quer em termos de temperaturas, quer em termos de precipitação".

PUB

"Hoje [quarta-feira], prevê-se uma descida em particular da máxima, mas amanhã [quinta-feira], já irá sofrer um ligeiro aumento", apontou o meteorologista. A partir de segunda-feira, espera-se novamente uma subida da temperatura.

"Besta do Leste" não atinge Portugal

Estas previsões não estão em nada relacionadas com o fenómeno meteorológico "Besta do Leste", salvaguarda o meteorologista, explicando que o termo descreve o "anticiclone com origem na Sibéria, de alguma persistência e que traz temperaturas baixas".

Por agora, as previsões indicam que Portugal não será afetado pela massa de ares gelados a formar-se sobre a Rússia. É uma situação que pode acontecer nos próximos três meses, mas possivelmente não tão próximo de Portugal continental, pelo que se começa a fazer sentir principalmente no norte europeu. "O que podemos avançar é que se registam temperaturas muito mais baixas nos países nórdicos, mas também nos países mais a leste, o que podem estar relacionado com o fenómeno", apontou Bruno Café.

Ainda não sendo possível prever se este anticiclone trará consequências a este inverno em Portugal, a mais recente previsão mensal do IPMA aponta para uma anomalia positiva das temperaturas (mais 0.25 a 1°C) para esta altura do ano: durante esta semana para a região Sul e o litoral Norte, para a região Sul na próxima semana (de 4 a 11 de dezembro) e para todo o território nacional na semana de 19 a 25 de dezembro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG