Ensino

Vinte mil repetentes com tutores para combater o insucesso escolar

Vinte mil repetentes com tutores para combater o insucesso escolar

O programa de Apoio Tutorial Específico (ATE) tem "um custo direto de 15 milhões de euros por ano", revelou ao JN o Ministério da Educação (ME).

É uma das apostas estratégicas para alcançar as prioridades definidas para esta legislatura: reduzir os chumbos e melhorar os níveis de sucesso escolar. Este ano letivo, a medida envolve três mil professores (em 2016 arrancou com 2728) e mais de 20 mil alunos com historial de retenções.

Os presidentes das duas associações de diretores elogiam o princípio do programa - que permite um acompanhamento mais próximo de alguns alunos - e garantem que, na generalidade, o programa tem um impacto positivo nas notas e na disciplina dos alunos. No entanto, também sublinham que não há programas perfeitos e que são precisos meios para ultrapassar constrangimentos.

Ler mais na versão impressa ou no epaper

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG