Opinião

#futebol

Seja o que for que tenha acontecido nos jogos de futebol de ontem à noite, é seguro que está hoje instalada uma qualquer nova histeria, porque o futebol já não é construído com bola na relva, é destruído por uma enxurrada de bolas de neve em avalancha de parvoíce.

É um hino à frivolidade, uma ode ao oco, uma homenagem ao irrazoável, que transforma pessoas normais em agitadores grotescos, que se digladiam na televisão pela frase mais pateta, o berro mais faccioso, a opinião mais ressabiada.

Experimentem ver com o som desligado alguns desses programas de debate futebolístico, cujos protagonistas vão matando semanalmente o desportivismo. Aqueles esgares - e a raiva desenhada no ar com dedos ao alto e braços descontrolados - são o retrato de um país rude e embrutecido, que detesta o civismo e prefere a agressão vazia.

*Jornalista