Opinião

A decisão é minha

A decisão é minha

O centenário do nascimento de Egon Schiele, o pintor austríaco que retratou homens e mulheres nus, lésbicas e heterossexuais a fazer sexo, ficou marcado pelo renascer de um puritanismo de que não havia memória. No início deste ano, em várias cidades europeias, incluindo Londres, os cartazes a lançar as comemorações do centenário foram censurados com uma frase própria de uma campanha publicitária: "Tem 100 anos mas ainda é demasiado ousada". Não era publicidade, mas refinada censura.

As fotografias de Robert Mapplethorpe não completaram um século, contudo, apresentam-se excessivamente atrevidas para os dias de hoje. No Porto, no Museu de Arte Contemporânea, dezenas de imagens de Mapplethorpe ficaram interditas a menores de 18 anos. Aos responsáveis de Serralves, o alerta para "a dimensão provocatória e o caráter eventualmente chocante da sexualidade contida nas imagens" parecia-lhes insuficiente para espantar a caça.

O próprio Robert Mapplethorpe considerava que as suas fotos mais radicais podiam ferir a sensibilidade de certo público. Patti Smith no livro autobiográfico, "Apenas miúdos", lembra: "quando expôs as suas fotografias mais radicais, havia um portefólio assinalado com um X, numa vitrina, para pessoas maiores de 18 anos".

A obra de Mapplethorpe, no entanto, fica incompleta sem essa vertente mais dura, e é a mim, não aos responsáveis pelo Museu de Serralves, que compete decidir se a dou ou não a conhecer ao meu filho de 14 anos. Por certo, deixaria esse contacto para mais tarde, porque não nos sentiríamos confortáveis, eu e ele. A decisão, todavia, seria minha.

Na sociedade atual os sexos fotografados por Mapplethorpe ou pintados por Schiele têm lugar no museu desde que pudicamente tapados. O nosso tempo torna-se obscuro, não tolera a transgressão. Se hoje fosse vivo, Egon Schiele voltaria a ser expulso de Cesky Krumlov, o refúgio romântico na boémia checa, onde foi acolhido antes de se tornar suspeito de pedofilia. Igual sorte teria Mapplethorpe.

EDITORA-EXECUTIVA-ADJUNTA

ver mais vídeos