Opinião

Os poderosos estão a ganhar

Os poderosos estão a ganhar

A Justiça portuguesa funciona como uma casa sem dono, de porta arrombada, e onde cada um faz o que quer. Digo, sem margem para dúvidas, que Rui Pinto deve ser julgado pelos crimes que tiver cometido, inclusive o de ter entrado ilegalmente em caixas de correio que não eram suas. Mas vamos ao resto!

A grande criminalidade organizada, os vilões de colarinho branco, sempre gozaram de maior proteção do que aquela que é dada a um pobre coitado que roube porque tem fome. Não, não estou a dizer que Rui Pinto agiu por necessidade ou puro altruísmo, estou apenas a lembrar que a Justiça nunca deixou de ter dois pesos e duas medidas.

Sobre corrupção, branqueamento de capitais e fuga ao Fisco, estão os de fato e gravata obrigados a reportar às autoridades factos que considerem suspeitos praticados pelos seus clientes, mas quase ninguém o faz. Os advogados por objeção de consciência; os auditores por incapacidade visual; os reguladores por manifesta incompetência e os bancos porque está na sua natureza.

O novo bastonário dos advogados ajudou-nos a perceber como é que a coisa funciona. Toda a ilegalidade tem qualquer coisa de legal. Para que toda a gente percebesse que não vale nada o que Rui Pinto denuncie, Menezes Leitão deu-nos o exemplo de uma casa arrombada. Se eu, ou você que me lê, arrombarmos uma casa para roubar o que tem lá dentro e depararmos com alguém que já pôs as joias e o dinheiro no saco, nem vale a pena fotografarmos o meliante, porque isso não servirá como prova. Nada lhe acontecerá, mesmo que ele tenha matado o proprietário. A prova é ilegal, a lei protege o criminoso que chegou primeiro.

Que me prendessem a mim e investigassem o assassino era o que eu esperava, mas tendo em conta o caso Rui Pinto, parece que o melhor é esquecer. Está tudo a defender os seus clientes. Os bancos defendem quem tem lá muito dinheiro; as auditoras defendem os grandes gestores; os advogados de Rui Pinto defendem o Rui Pinto e os escritórios de advogados dos denunciados por Rui Pinto defendem os denunciados por Rui Pinto. Até ver, estão a ganhar os poderosos. Dizem que só por clubite se pode estar contra isto!

Jornalista

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG