Opinião

Filipe Vieira sem medo

Filipe Vieira sem medo

Chegados à acusação, o e-Toupeira devia ser uma oportunidade para uma regeneração que está longe de concluída no futebol português. Mas não só. Também devia servir para clarificar, de uma vez por todas, se é ou não verdade que o Benfica corrompeu funcionários da Justiça para aceder a peças jurídicas em que tanto a sua sociedade como a dos rivais, F. C. Porto e Sporting, são visadas. Luís Filipe Vieira nega a pés juntos aquilo que o Ministério Público concluiu como verdadeiro. Mas é importante que os adeptos do futebol, e os do clube da Luz em particular, percebam, sem manobras de comunicação, o que realmente aconteceu. E essa verdade nunca será encontrada nos comunicados, redes sociais ou nos programas de televisão onde se discute com o cachecol. A sentença do tribunal, se lá chegarmos, essa sim, será inequívoca, por muito que custe aos que teimam em desvalorizar o trabalho da Justiça, sobretudo quando lhes dá jeito.

No caso particular do Benfica, o juízo final está nas mãos dos sócios, os únicos que têm o poder de manter a confiança no presidente. Mas Vieira não tem medo de desafiar os adeptos. Se a SAD do Benfica nada sabe sobre a forma como um alto funcionário, Paulo Gonçalves, se movimenta nos meios judiciais, pelo menos agora tem conhecimento objetivo, através da acusação, desta realidade. E impressiona como alguém que ao longo de tantos anos, por tudo e por nada, hasteou a bandeira da verdade desportiva, consegue manter nos seus quadros um advogado que pisou o risco ao ponto de lhe serem imputadas dezenas de crimes. Não seria lógico tratar de o demitir? Não haverá, independentemente de uma futura condenação, matéria suficiente para lhe indicar a porta da rua?

Claro que há, percebemos todos. Mas quem está atento também sabe que no futebol português a lógica não funciona. Temo que esta seja mais uma oportunidade perdida, porque se os batoteiros não saírem de cena tudo vai continuar com antes. E, nesse sentido, os sinais não são bons.

*EDITOR-EXECUTIVO-ADJUNTO

ver mais vídeos