Televisão

"Festa é festa" fecha aldeia

"Festa é festa" fecha aldeia

A TVI foi hoje à Aldeia Galega da Merceana para uma emissão especial.

Localidade encerrada ao trânsito para as últimas emoções e, para chegar ao centro da Aldeia Galega da Merceana, em Alenquer, foi preciso caminhar mais de um quilómetro. A TVI restringiu hoje os acessos devido à emissão especial, em direto, de momentos da novela "Festa é festa" durante o "Somos Portugal", que antecipou o episódio final da primeira temporada, a transmitirdo a seguir ao "Jornal das 8".

No centro da localidade, mais de 500 pessoas - a que se juntaram 200 técnicos da TVI - procuravam tirar selfies com atores como Pedro Teixeira, Manuel Marques, Silvia Rizzo ou Pedro Alves. Este último, que da vida a Bino, o presidente da Junta, foi o ator mais procurado e até Mário Ferreira confessou a admiração pelo artista. "Tenho simpatia pelo Bino. Tem aquele humor muito particular e um sotaque do Norte", disse ao JN o presidente do grupo Media Capital, detentor da TVI.

Os elogios seguintes foram para a "capacidade técnica" da estação em "montar uma operação" numa localidade a uma hora de Lisboa. "Nesta novela de sucesso é com satisfação que vejo a produção e os meios técnicos montados. Estamos longe de tudo e a TVI fez um trabalho notável. É uma equipa coesa e, hoje, até o São Pedro ajudou à festa", concluiu Mário Ferreira, numa alusão ao sol que se fez sentir, em contraste com a chuva intensa dos últimos dias.

"Festa é festa" é habitualmente a novela mais vista pelos portugueses todas as noites. Na próxima segunda-feira começa a nova temporada e vão chegar novas personagens à ficcionada Aldeia da Bela Vida. Na régie, Cristina Ferreira comandou as operações. "O segredo do sucesso é os telespectadores identificarem-se com a novela. Há uma comunidade rural muito grande no nosso país, com romarias, e as pessoas sentiram falta disso na pandemia", disse a diretora da Entretenimento e Ficção ao JN.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG