1999-2020

Sara, a menina do clã Carreira que queria vingar sozinha

Sara, a menina do clã Carreira que queria vingar sozinha

Cresceu no meio artístico, primeiro a acompanhar o pai, Tony Carreira, e depois os irmãos, Mickael e David, acabando ela própria por se lançar como cantora. Em 2018, Sara Carreira estreou-se na música com um tema "Eu gosto de ti" e nunca mais parou.

Aos 21 anos, Sara era uma jovem há muito emancipada, mas sempre apegada à família, principalmente à mãe, Fernanda Antunes, que sempre a apoiou em todas as decisões.

Com o pai tinha uma relação também cúmplice e, ainda pequena, subiu várias vezes ao palco para interpretar o tema "Hoje Menina, Amanhã Mulher". Uma música que Tony Carreira escreveu em homenagem à filha. Quando gravou a canção com o progenitor, Sara chegou a ter aulas privadas de canto com o cantor e ator FF.

Aos 15 anos, Sara Carreira participou no conto musical francês "Martin et les Fées", no papel da fada Celia - foi apresentada "a segunda criança do elenco, Sara Carreira, 15 anos, filha de Tony e irmã de David Carreira". Foi nessa altura que adotou o apelido artístico Carreira pelo qual será sempre lembrado, seguindo os exemplos artísticos do pai e dos irmãos.

O primeiro EP "Metade" foi lançado em novembro do ano passado e a cantora quis que os seus fãs participassem nele, contribuindo para uma faixa bónus que se juntou ao restante alinhamento com letras "sobre a vida". "Utilizei a música para expressar os meus sentimentos", explicou, a pretexto da novidade.

Os últimos três anos acabaram mesmo por ser dedicados à música, pois "quis fazer tudo sempre com pés e cabeça", sublinha uma amiga, ainda sem muitas palavras para descrever "a dor". Para isso, Sara congelou a matrícula na universidade, onde começou por frequentar a licenciatura em Estudos Orientais.

PUB

Ela queria vingar sozinha, mesmo sabendo o peso do legado familiar que não lhe dava "a margem de erro ao início que é preciso" para descobrir o verdadeiro talento. Mas ela arriscou e depressa conquistou o seu público com "a voz doce" que lhe era reconhecida.

Com a pandemia e os concertos suspensos, Sara Carreira não baixou os braços e concretizou o sonho de ter uma marca de roupa própria, "Esse by Sara Carreira", com o apoio da estilista Micaela Oliveira. "Não posso estar mais feliz e grata", assumiu a cantora nas redes sociais, quando anunciou o seu projeto na moda.

A artista sentia a coleção como especial por a aproximar do público e, por isso, há dois dias, tinha anunciado que iria entregar pessoalmente "as próximas 15 encomendas" em Lisboa e arredores.

Bastante comunicativa, Sara apenas preservava o lado mais pessoal e não chegou a assumir publicamente o namoro com o músico e ator Ivo Lucas. A relação começou no início do verão e o casal já era quase inseparável. Este sábado, viajavam juntos quando aconteceu o trágico acidente na A1 que vitimou Sara e feriu com gravidade o companheiro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG