Exclusivo

Braga - Santa Clara: bloqueio mental dos guerreiros invisíveis

Braga - Santa Clara: bloqueio mental dos guerreiros invisíveis

Exibição cinzenta do Braga frente a um Santa Clara reduzido a nove. Crianças ucranianas deram colorido.

No regresso ao campeonato após o apuramento europeu, na quinta-feira, e em vésperas de Carnaval, o Braga disfarçou-se de homem invisível, de tal forma não se viu em campo, e não conseguiu bater um Santa Clara que acabou reduzido a nove jogadores.

Antes do apito inicial, Braga e Santa Clara, com a ajuda de 23 crianças ucranianas de diversas equipas arsenalistas, levantaram uma bandeira da Ucrânia em solidariedade com aquele país invadido pela vizinha Rússia, mas o gesto não serviu de inspiração. Fabiano, com uma velocidade impressionante, serviu Ricardo Horta, mas o melhor marcador do Braga falhou clamorosamente (13 m). Carvalhal apostou em Abel Ruiz em vez de Vitinha - pô-lo a aquecer logo aos 25 minutos -, mas, mais uma vez, o avançado espanhol demonstrou uma falta de confiança confrangedora.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG