O Jogo ao Vivo

Contas

F. C. Porto teve 900 mil euros de prejuízo em 2019/20

F. C. Porto teve 900 mil euros de prejuízo em 2019/20

Assembleia Geral do clube viu aprovadas por unanimidade e aclamação as contas relativas à época que chegou a estar interrompida pela pandemia.

Cerca de 200 sócios do F. C. Porto compareceram no auditório do Estádio do Dragão, esta segunda-feira à noite, para discutir e votar as contas do clube para a temporada de 2019/20, que não puderam ser apresentadas no ano passado devido a restrições relacionadas com a pandemia de covid-19. A direção liderada por Pinto da Costa apresentou no relatório e contas um prejuízo na ordem dos 900 mil euros, que foi aprovado por unanimidade e aclamação, sem votos contra. Quanto às contas relativas à época de 2020/21, serão apresentadas em data a definir em breve.

Numa Assembleia Geral (AG) muito concorrida, mas durante a qual nenhum sócio pediu a palavra para discutir outros assuntos da vida do clube, o presidente portista salientou as "dificuldades vividas durante a pandemia", sem que "ninguém, a não ser os sócios, tenha aparecido a ajudar o F. C. Porto". Pinto da Costa agradeceu a presença dos associados presentes.

"Terem-se deslocado até aqui é um motivo de grande satisfação e orgulho. Eu e a minha direção tudo faremos para resolver os muitos problemas que ainda temos, sempre com o pensamento em vós e sem esquecer o apoio aqui manifestado presencialmente. Daremos tudo, tudo, tudo pelo F. C. Porto", afirmou o dirigente máximo dos dragões.

Numa reunião conduzida pela primeira vez por Lourenço Pinto, eleito presidente da Mesa da Assembleia Geral nas eleições de junho de 2020, os trabalhos começaram com um minuto de silêncio em memória de Reinaldo Teles, histórico dirigente portista, falecido em novembro do ano passado. A AG terminou com os sócios do F. C. Porto a entoarem o hino do clube.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG