Solidariedade

Feirense recolhe milhares de tampas em Sintra para ajudar Gonçalo

Feirense recolhe milhares de tampas em Sintra para ajudar Gonçalo

Há um par de semanas o JN partilhou, na edição impressa e pela pena do jornalista Rui Almeida Santos, a história do jovem Gonçalo, de apenas nove anos, que sofre de uma doença rara e foi alvo de uma campanha solidária por parte do Feirense, da Liga 2.

A iniciativa da SAD fogaceira, intitulada "Vamos ajudar o Gonçalo" é feita em forma de recolha de tampas, rolhas ou caricas para serem reciclados - o que traça desde logo uma preocupação ecológica - e posteriormente convertidos em apoios financeiros à criança.

Ora, pelas páginas do nosso jornal, a história correu o país e promoveu um forte contributo à causa, encurtando os mais de 300 quilómetros que separam Santa Maria da Feira e Sintra.

Foi precisamente a sul, através do JN, que Rui Meirim se inteirou da citopatia mitocondrial que afeta o pequeno Gonçalo. Trata-se de uma doença metabólica relacionada com o desenvolvimento de energia, rara e sem cura, que o sensibilizou.

Ato contínuo, Rui Meirim, que é adepto do Sintrense, pôs mãos à obra e escreveu uma carta tendo a SAD do Feirense como destinatária, onde relevou como tinha conhecido a história do jovem, dispondo-se prontamente a contribuir com a oferta de milhares de tampas.

Aproveitando a recente deslocação ao terreno do Casa Pia, o staff do Feirense passou por Sintra e, em forma de retribuição, ofereceu a Rui Meirim uma camisola do emblema de Santa Maria da Feira.

Uma bonita história que, como se impunha, ficou registada em vídeo.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG