Sporting

Jaime Marta Soares exige demissão de Bruno de Carvalho

Jaime Marta Soares exige demissão de Bruno de Carvalho

O presidente da mesa da Assembleia Geral do Sporting, Jaime Marta Soares, diz que "com Bruno de Carvalho" não há paz no Sporting, e exige a demissão do presidente leonino.

Em entrevista à TSF, Marta Soares considerou que Bruno de Carvalho deixou de ter condições para continuar à frente do clube, afirmando que "estão esgotadas as hipóteses da manutenção da atual presidência". Caso a demissão do presidente do clube não aconteça, a Assembleia Geral toma as rédeas "para o Sporting retomar a paz que se impõe e se deseja". "O tempo urge, não há tempo a esperar, e eu espero que ele (Bruno de Carvalho) tenha consciência disso", frisou Jaime Marta Soares.

"Com Bruno de Carvalho não há paz no Sporting (...) Os sócios deram o sinal. Os sócios disseram aquilo que querem", disse o presidente da Assembleia Geral, aludindo ao jogo deste domingo frente ao Paços de Ferreira.

Jaime Marta Soares vai marcar uma reunião da mesa da Assembleia Geral do Sporting ainda esta segunda-feira para decidir como agira caso o presidente não se demita.

A polémica em torno da continuidade de Bruno de Carvalho ganhou força na quinta-feira, depois de o dirigente ter criticado exibições de alguns jogadores do Sporting, a seguir à derrota em casa do Atlético de Madrid (2-0), na Liga Europa.

Na sexta-feira, 19 jogadores do plantel, entre os quais Rui Patrício, William Carvalho, Fábio Coentrão, Coates, Gelson Martins e Bruno Fernandes, divulgaram um comunicado em que manifestaram "desagrado" com as críticas do presidente do clube.

Em resposta, Bruno de Carvalho partilhou um texto no Facebook em que suspendia os jogadores que subscreveram um comunicado e fazia saber que teriam de enfrentar a disciplina do clube.

No sábado, o treinador da equipa, Jorge Jesus, afirmou que os futebolistas não receberam qualquer nota de suspensão por parte do clube e garantiu que Bruno de Carvalho lhe deu "liberdade para convocar os jogadores" que entendesse para o jogo de domingo com o Paços de Ferreira, da 29.ª jornada da I Liga de futebol, o que aconteceu, com os leões a vencerem por 2-0.

Antes do encontro, Bruno de Carvalho voltou a colocar um post no Facebook a criticar os futebolistas, afirmando que "serão mantidos os processos disciplinares" aos jogadores, que mancharam "o bom nome do presidente e do clube".

ver mais vídeos