Futebol

Jogador júnior do Leça do Balio deixa relvado após insultos racistas

Jogador júnior do Leça do Balio deixa relvado após insultos racistas

Pate Carvalho Djob, de apenas 18 anos, abandonou o campo em lágrimas após, alegadamente, lhe terem chamado "macaco", num jogo disputado na tarde deste sábado.

Aquela que devia ser uma tarde de bom futebol ficou marcada por mais um infeliz episódio de racismo. No jogo entre Pedras Rubras e Desportivo Leça do Balio, a contar para a 2.ª Divisão de Juniores da A. F. Porto, Pate Carvalho Djob abandonou o relvado após ter sido alvo de insultos racistas por parte de um jogador da equipa adversária.

Em conversa com o JN, e ainda bastante abalado pelo sucedido, Djob afirmou que "está cansado" de ser tratado de maneira diferente. "Mal consigo falar. Não aguento mais este tipo de situações. Chegou a um ponto que é insuportável", disse ao nosso jornal.

O presidente do Pedras Rubras, Alfredo Santos, garantiu que o clube "repudia qualquer ato racista". "Estamos a averiguar a situação e tomaremos decisões conforme o que for apurado. Se se confirmar que foi um jogador nosso a fazer os insultos racistas, não tenho problema nenhum em expulsá-lo do clube", garantiu, ao JN.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG