O Jogo ao Vivo

Desporto

Moreirense vence Nacional por 3-1

Moreirense vence Nacional por 3-1

O Moreirense conquistou este domingo a primeira vitória (3-1) no regresso à da I Liga de futebol, ao vencer em casa um Nacional da Madeira, que esteve reduzido a dez desde os 35 minutos.

No jogo da segunda jornada, Ghilas inaugurou o marcador logo aos oito minutos e voltou a marcar aos 51, abrindo caminho a uma exibição digna de um clube de primeiro escalão, perante um Nacional, aspirante a lugares europeus, mas que entrou amedrontado no jogo e teve de jogar mais de 50 minutos com menos uma unidade por expulsão de Mexer (35 minutos).

Diego Gaúcho (66 minutos) marcou o terceiro golo do Moreirense e Isael (73) reduziu para os insulares.

A equipa de Moreira de Cónegos começou melhor e aproveitou da melhor forma a desatenção dos insulares. Logo aos oito minutos, Ghilas fiocu isolado de frente para a baliza, após passe de Ricardo Pessoa, e não perdoou, num lance com muitas culpas para Mateus que perdeu a bola no meio campo.

Aos 19 minutos, Ghilas voltou a estar perto do golo mas a bola bateu no poste direito de Gottardi. Na recarga, Fábio Espinho atirou para fora.

O Nacional só começou a rondar a baliza de Ricardo Ribeiro com algum perigo quando estavam decorridos mais de 20 minutos da primeira parte com Mateus (24 e 30 minutos) e Rondon (33) a tentarem o empate, mas a terem pela frente uma defesa inspirada.

A partida esteve sempre muito equilibrada, mas com um ascendente maior por parte dos minhotos, que dominavam o meio-campo.

PUB

As dificuldades avolumaram-se para os madeirenses aos 35 minutos, por expulsão de Mexer: Pedro Proença não teve dúvidas ao mostrar cartão vermelho direto ao central moçambicano por falta dura sobre Fábio Espinho, quando este iniciava uma jogada de contra-ataque pelo corredor direito.

Antes do intervalo, destaque para um remaste de Candeias que saiu ao lado (41 minutos).

Numa altura em que o Nacional da Madeira parecia estar a adaptar-se à desvantagem numérica e a começar a encontrar espaços no esquema de jogo dos vimaranenses, Ghilas ampliou a vantagem e voltou a deitar por terra as aspirações dos insulares. O segundo golo do avançado argelino resultou de um ressalto, depois de Fábio Espinho rematar forte de fora da área, contra o corpo do guardião madeirense, aos 51 minutos.

O técnico Pedro Caixinha tentou mudar o rumo dos acontecimentos apostado na entrada dos médios Dejan e Sérgio, mas voltou a ser o Moreirense a ter mais sorte e a aproveitar as facilidades. Na sequência de um livre apontado por Fábio Espinho, Diego Gaúcho não encontrou oposição e fez um cabeceamento sem dar hipótese a Gottardi (66 minutos).

Isael, médio brasileiro vindo do São Caetano, era um dos mais inconformados com a desvantagem dilatada e, após uma jogada individual, deu ao Nacional o único golo da tarde através de um remate perfeito aos 73 minutos.

Mas a frente de ataque do Moreirense continuava "endiabrada". O quarto golo da turma de Jorge Casquilha podia ter surgido, aos 78 minutos, após um remate rasteiro de Fábio Espinho, mas Gottardi teve a oportunidade de brilhar e fazer a melhor defesa da tarde.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG