Sporting de Braga

Os meninos à volta de Carvalhal

Os meninos à volta de Carvalhal

Metade dos 24 jogadores chamados pelo técnico da equipa arsenalista, para o jogo desta quinta-feira com o Midtjylland, da quinta jornada da Liga Europa, tem menos de 23 anos. Quatro serão titulares, frente aos dinamarqueses

Carlos Carvalhal orgulha-se de já ter lançado nove jovens no plantel principal do Sporting de Braga e a convocatória para o jogo desta quinta-feira (17.45 horas, SIC/SportTV1), na Dinamarca, frente ao Midtjylland, comprova que a aposta veio para ficar.

A juventude como uma das imagens de marca da equipa surge num dia em que os guerreiros do Minho podem alcançar o apuramento para a fase a eliminar da Liga Europa (16 avos em caso de empate ou oitavos de final, se vencer e houver empate ou derrota do Estrela Vermelha, com o Ludogorets), dado que 12 dos 24 jogadores chamados por Carlos Carvalhal têm menos de 23 anos.

O avançado Vitinha, que no último sábado assinou um póquer na goleada (6-0), frente ao Santa Clara, para a Taça de Portugal, é aposta emergente e deve manter a titularidade, mas no onze também vão entrar os centrais Diogo Leite e Bruno Rodrigues. Nas faixas, Yan Couto ou Fabiano jogam à direita, enquanto Francisco Moura é opção à esquerda, mas deve ser suplente.

Vejamos a situação de cada um dos 12 jogadores com menos de 23 anos chamados por Carlos Carvalhal.

Hornicek (guarda-redes, 19 anos): Face à baixa de Matheus (motivos familiares), será opção no banco, dado que o titular vai ser Tiago Sá. O gigante checo (1, 97 metros), no Braga desde 2019/20, estreou-se nesta época na equipa principal, ao jogar cinco minutos com o Moitense, para a Taça de Portugal.

Leonardo Ferreira (guarda-redes, 20 anos): Como o Braga costuma chamar três guarda-redes nestas deslocações, beneficiou da ausência de Matheus para se estrear numa convocatória na equipa principal. Em Braga desde 2018/19, oriundo da União de Leiria, em 2021/22 tem um jogo pela equipa B.

PUB

Diogo Leite (central, 22 anos): Chegou esta época ao Braga, que o contratou, por cedência do F. C. Porto, face ao prolongar do tempo de recuperação da lesão de David Carmo. O defesa, que deixou os dragões para jogar com maior regularidade, impôs-se como titular nos guerreiros, somando 14 jogos.

Bruno Rodrigues (central, 20 anos): Lançado por Carlos Carvalhal na época passada, chegou ao clube em 2017/18, vindo do Vitória de Setúbal. Na época de estreia fez 20 jogos e agora leva quatro, com um golo. Pode beneficiar da lesão de Sequeira, jogando ao meio ou à esquerda, na linha de três defesas.

Fabiano Souza (lateral, 21 anos): O defesa brasileiro chegou à pedreira em 2018/19, esteve cedido à Académica na época passada e entretanto voltou, beneficiando da venda de Ricardo Esgaio e do empréstimo de Tiago Esgaio. Aposta de Carlos Carvalhal, acumula, nesta época, 13 encontros.

Yan Couto (lateral, 19 anos): Cedido pelo Manchester City, chegou nesta temporada ao Braga, para lutar pelo flanco direito defensivo, com Fabiano, com alguma vantagem. Formado no Coritiba, o defesa brasileiro já alinhou em 13 jogos, tendo boa mobilidade. Regista três assistências para golo.

Francisco Moura (lateral, 22 anos): O defesa bracarense, no clube desde 2011/12, já esteve cedido à Académica (2019/20) e voltou, como aposta de Carvalhal. Com oito jogos em 2020/21, destaque para o bis na Luz, na vitória por 3-2, antes de se lesionar com gravidade. Voltou e, esta época, tem 12 jogos.

Gorby Baptiste (médio, 19 anos): O médio defensivo francês chegou a Braga na temporada 2019/20, oriundo do Nantes, de França. Com opção regular na Liga 3 e na Liga Revelação, estreou-se na equipa principal no mês passado, ao jogar os últimos 13 minutos do jogo da Taça de Portugal com o Moitense.

Rodrigo Gomes (extremo, 18 anos): No clube desde 2014/15, o atacante natural de Vila Verde estreou-se na época passada na equipa principal, pela mão de Carlos Carvalhal, tendo sido utilizado em seis jogos. Nesta temporada ainda não jogou, mas já assinou dois golos pela equipa B, na Liga 3.

Roger Fernandes (extremo, 16 anos): Acabado de fazer anos, está em vias de assinar o primeiro contrato profissional. O extremo guineense foi a aposta surpresa de Carlos Carvalhal na Supertaça, tem pulverizado alguns recordes e marcou um golo ao Moitense, para a Taça de Portugal.

Abel Ruiz (avançado, 21 anos): Chegou em 2019/20, como produto das escolas do Barcelona e envolvido na venda de Trincão aos catalães. A melhor fase foi em 2020/21, assinando 11 golos. Nesta época estreou-se na seleção A espanhola, tem brilhado nos sub-21, mas só tem um golo pelo Braga.

Vitinha (avançado, 21 anos): É o goleador da moda no Braga e assinou um póquer, no sábado, ao Santa Clara. Tem sete golos na equipa A em nove jogos e mais quatro tentos pela equipa B. Afastou os espanhóis Mario González e Abel Ruiz do onze e é mais um produto da formação talhado ao sucesso.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG