Guerra na Ucrânia

Portugal recebeu pedido de Abramovich para venda do Chelsea

Portugal recebeu pedido de Abramovich para venda do Chelsea

Portugal recebeu na noite de terça-feira uma carta do russo Roman Abramovich, que tem passaporte português, pedindo autorização para a venda do clube de futebol inglês Chelsea, disse, hoje, o ministro dos Negócios Estrangeiros, João Gomes Cravinho.

"Portugal recebeu ontem [terça-feira], durante a noite, uma carta da parte de Roman Abramovich a pedir autorização a Portugal. Estamos a analisar essa carta, faremos a devida concertação com a Comissão Europeia e, em breve, daremos a nossa resposta", disse o chefe da diplomacia portuguesa, questionado pela Lusa à margem de uma visita à Escola Portuguesa de Cabo Verde, na Praia.

O Governo britânico aprovou a venda a um consórcio liderado pelo bilionário norte-americano Todd Boehly do Chelsea, ainda detido pelo russo Roman Abramovich, alvo de sanções ligadas à invasão da Ucrânia.

"O Governo emitiu uma licença que permite a venda do Chelsea", anunciou, hoje, a ministra da Cultura, Média e Desporto britânica, Nadine Dorries, na rede social Twitter.

A ministra acrescentou que, "dadas as sanções" que o executivo britânico aplica a quem esteja ligado ao presidente russo, Vladimir Putin, e "à sangrenta invasão da Ucrânia, o futuro a longo prazo do clube só pode ser garantido com um novo proprietário".

"Estamos seguros de que o resultado da venda não beneficiará Roman Abramovich ou outros indivíduos sancionados", disse Dorries.

A ministra agradeceu "a todos, especialmente aos dirigentes que trabalharam incansavelmente para manter o clube a jogar e viabilizar essa venda, protegendo os adeptos e a comunidade futebolística em geral".

PUB

Neste momento, o Chelsea opera com uma autorização especial que expira em 31 de maio e que lhe permite realizar determinadas operações, como receber dinheiro por direitos televisivos e vender ingressos para determinadas partidas.

Em 7 de maio, os londrinos anunciaram que o grupo liderado por Boehly iria adquirir o Chelsea por 4,9 mil milhões de euros. A aquisição foi aprovada pela Liga inglesa de futebol, na terça-feira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG